terça-feira, 8 de maio de 2012

Quando eu fico, quando eu estou aqui, ninguém vê. Ninguém me vê. Não dão valor, não pensam, não sentem. Desperdiçam e não dão por isso. Não lutam e perdem. Cansei de correr atrás daqueles que não se esforçam por mim. Desisto.
Se queres luta, conquista-me e faz por isso.

Custa-me acreditar que as coisas voltarão ao normal. Não sei se por isso fiquei de pé atrás ou se simplesmente estou à espera da tua jogada. Seja como for, já nada é como antes..

2 comentários:

patrícia disse...

às vezes chegamos a um ponto em que temos mesmo de ser assim.. parar de lutar e esperar que lutem por nós :/

patrícia disse...

um dia vais receber sem dar, acredita! obrigada :)